Estudo, Leitura e reflexão

Experiencia mediúnica

Está é uma das experiencias vividas por mim sobre a influencia que os espíritos exercem sobre nós.

Como essa questão é importante e poucos refletem sobre ela pensando que são livres e fazem apenas o que desejam mau sabem que por traz sempre há um espírito a lês influenciar os pensamentos.
Hoje eu dou muita importância á essa questão por que eu sei como é sutil e imperceptível a influencia dos espíritos.

Vou contar o que aconteceu comigo; -Eu estava fazendo um trabalho artesanal na casa espírita, e uma mulher vem até mim com uma sacola, para eu sortear o nome que naquele dia iria ser o ganhador de um presente bem simples, essa mulher estendeu a sacola com os nomes escritos em papeizinhos e falou:
-Eu nunca ganhei nada aqui, já fazem anos que participo e nunca ganhei.

Eu enfiei a mão na sacola peguei um papel e sem ter a minima intenção de dizer alguma coisa eu falei:

-Toma esse é seu nome.

A mulher pegou o papel que estava todo dobrado, e quando ela abriu, era o nome dela.
Nesse dia eu percebi como somos frágeis, e o quanto os espíritos dominam nosso ser, porque eu não senti nenhuma interferência de nenhuma energia dominando meu ser, e eu sei que aquilo não veio de mim, e sim dos espíritos.
As pessoas pensam que para um espirito falar através de alguém, ou até mesmo para encorporar em alguém é preciso que a pessoa se contorça, mude sua voz, mude os seus gestos, mude a forma como anda. Os espíritos fazem isso, porque se não fizerem esse teatro, as pessoas não acreditam que é um espírito que está ali falando através do médium. O mesmos acontece em algumas casas, onde os espíritos utilizam bisturis para curar, eles não precisam cortar ninguém para nos curar, mas eles dizem, que se o doente não vê sangue saindo do seu corpo, o próprio doente não acredita que foi curado, e isso prejudica o trabalho dos espíritos.
Todos nós somos dirigidos pelos espíritos, é claro que não completamente.
São nossas ações, o nosso viver que dará o poder dos espíritos sobre nós.
Não adianta colocar a culpa toda nos espíritos.
Quando nós praticamos uma maldade sobre a influencia de um espírito, nós somos culpados pelo que fizemos, porque fomos nós que abrimos nosso ser para que os espíritos nos influenciem. Exemplo:
Antes de eu conhecer os ensinamentos de Jesus, quando alguém me
provocava, eu respondia automaticamente na mesma moeda, ou ate pior.
Agora que eu me esforço para seguir os ensinamentos de Jesus colocando-os em pratica, realizando um trabalho de caridade, e orando diversas vezes ao dia, eu percebi que agora tenho o amparo dos bons espíritos. Quando me provocam, eu tenho a oportunidade de pensar, se vou responder da forma que Jesus nos ensinou, ou se vou responder na mesma moeda, e se eu escolho a errada, ainda me vem na cabeça um aviso dizendo cuidado isso vai te fazer mau.
Nós somos culpados pelo mau que fazemos, por que a lei é igual tanto no mundo espiritual como no mundo material. Exemplo:
Se uma pessoa influencia uma outra para que ela cometa um crime, e essa pessoa comete o crime sozinha sem a participação da que influenciou, quem vai ser a mais culpada? E claro que a mais culpada vai ser a que praticou o crime.
Quando nos praticamos os ensinamentos de Jesus os espíritos maus deixam de ter o poder absoluto sobre nós.

Livro dos espíritos:
459.Influem os Espíritos em nossos pensamentos e em nossos atos?

R: Muito mais do que imaginais. Influem a tal ponto, que, de ordinário, são eles que vos dirigem.”

460. De par com os pensamentos que nos são próprios, outros haverá que nos sejam sugeridos?

R: Vossa alma é um Espírito que pensa. Não ignorais que, freqüentemente, muitos pensamentos vos acodem a um tempo sobre o mesmo assunto e, não raro, contrários uns aos outros. Pois bem! No conjunto deles, estão sempre de mistura os vossos com os nossos. Daí a incerteza em que vos vedes.
É que tendes em vós duas idéias a se combaterem.

Está é uma das experiencias vividas por mim sobre a influencia que os espíritos exercem sobre nós.</p>
<p>Como essa questão é importante e poucos refletem sobre ela pensando que são livres e fazem apenas o que desejam mau sabem que por traz sempre há um espírito a lês influenciar os pensamentos.<br />
Hoje eu dou muita importância á essa questão por que eu sei como é sutil e imperceptível a influencia dos espíritos.</p>
<p>Vou contar o que aconteceu comigo; -Eu estava fazendo um trabalho artesanal na casa espírita, e uma mulher vem até mim com uma sacola, para eu sortear o nome que naquele dia iria ser o ganhador de um presente bem simples, essa mulher estendeu a sacola com os nomes escritos em papeizinhos e falou:<br />
-Eu nunca ganhei nada aqui, já fazem anos que participo e nunca ganhei. </p>
<p>Eu enfiei a mão na sacola peguei um papel e sem ter a minima intenção de dizer alguma coisa eu falei:</p>
<p>-Toma esse é seu nome. </p>
<p>A mulher pegou o papel que estava todo dobrado, e quando ela abriu, era o nome dela.<br />
Nesse dia eu percebi como somos frágeis, e o quanto os espíritos dominam nosso ser, porque eu não senti nenhuma interferência de nenhuma energia dominando meu ser, e eu sei que aquilo não veio de mim, e sim dos espíritos.<br />
As pessoas pensam que para um espirito falar através de alguém, ou até mesmo para encorporar em alguém é preciso que a pessoa se contorça, mude sua voz, mude os seus gestos, mude a forma como anda. Os espíritos fazem isso, porque se não fizerem esse teatro, as pessoas não acreditam que é um espírito que está ali falando através do médium. O mesmos acontece em algumas casas, onde os espíritos utilizam bisturis para curar, eles não precisam cortar ninguém para nos curar, mas eles dizem, que se o doente não vê sangue saindo do seu corpo, o próprio doente não acredita que foi curado, e isso prejudica o trabalho dos espíritos.<br />
Todos nós somos dirigidos pelos espíritos, é claro que não completamente.<br />
São nossas ações, o nosso viver que dará o poder dos espíritos sobre nós.<br />
Não adianta colocar a culpa toda nos espíritos.<br />
Quando nós praticamos uma maldade sobre a influencia de um espírito, nós somos culpados pelo que fizemos, porque fomos nós que abrimos nosso ser para que os espíritos nos influenciem. Exemplo:<br />
Antes de eu conhecer os ensinamentos de Jesus, quando alguém me<br />
provocava, eu respondia automaticamente na mesma moeda, ou ate pior.<br />
Agora que eu me esforço para seguir os ensinamentos de Jesus colocando-os em pratica, realizando um trabalho de caridade, e orando diversas vezes ao dia, eu percebi que agora tenho o amparo dos bons espíritos. Quando me provocam, eu tenho a oportunidade de pensar, se vou responder da forma que Jesus nos ensinou, ou se vou responder na mesma moeda, e se eu escolho a errada, ainda me vem na cabeça um aviso dizendo cuidado isso vai te fazer mau.<br />
Nós somos culpados pelo mau que fazemos, por que a lei é igual tanto no mundo espiritual como no mundo material. Exemplo:<br />
Se uma pessoa influencia uma outra para que ela cometa um crime, e essa pessoa comete o crime sozinha sem a participação da que influenciou, quem vai ser a mais culpada? E claro que a mais culpada vai ser a que praticou o crime.<br />
Quando nos praticamos os ensinamentos de Jesus os espíritos maus deixam de ter o poder absoluto sobre nós.</p>
<p>Livro dos espíritos:<br />
459.Influem os Espíritos em nossos pensamentos e em nossos atos?</p>
<p>R: Muito mais do que imaginais. Influem a tal ponto, que, de ordinário, são eles que vos dirigem.”</p>
<p>460.   De par com os pensamentos que nos são próprios, outros haverá que nos sejam sugeridos?</p>
<p>R: Vossa alma é um Espírito que pensa. Não ignorais que, freqüentemente, muitos pensamentos vos acodem a um tempo sobre o mesmo assunto e, não raro, contrários uns aos outros. Pois bem! No conjunto deles, estão sempre de mistura os vossos com os nossos. Daí a incerteza em que vos vedes.<br />
É que tendes em vós duas idéias a se combaterem.
por Luciano Daniel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s