Estudo, Odilon Fernandes

MEDIUNIDADE EM ESTUDO – Odilon Fernandes/ C. Baccelli cap 7

MÉDIUNS MECÂNICOS

“…  para  uma comunicação  inteligente  ele  (o  espírito) necessita  de  um intermediário  inteligente,  e  que este intermediário  é  o  espírito do médium.”  (Cap.  XIX  Papel  do  médium  nas  comunicações espíritas)

A participação  do  médium  é  sempre indispensável,  mesmo  nas  comunicações  de efeitos  físicos. Por  ele  somente,  o  espírito  não  consegue  varar  a  barreira  das  dimensões  diferentes e se  fazer  sentir  no  Mundo  Físico. Os  chamados  médiuns  mecânicos, ou  inconscientes,  igualmente  participam intelectualmente  do  fenômeno  – conforme dissemos,  não  são  absolutamente  nulos.
Consciência  e  inconsciência  mediúnicas  são  apenas  uma  questão  de  menor  ou maior  profundidade  do  transe. Os  espíritos  esclarecidos  preferem trabalhar  com  médiuns  conscientes,  porquanto,  em  semelhante  fenômeno,  dividindo responsabilidades  com  o  medianeiro,  o  seu dispêndio  de  energia  mental  não  é  tão  desgastante. A  ausência  de  memória  do  que  se passa  no  momento  do  transe  não  significa estado  de  inconsciência  mediúnica. Os  Espíritos  da  Codificação,  discorrendo  sobre  a  participação  intelectual  do médium,  mesmo  nos  fenômenos  de  efeitos físicos,  foram  claros:  “…  o  espírito  pode  dar  ao corpo  inerte  uma  vida  fictícia  momentânea, mas  não  inteligente;  jamais  um  corpo  inerte foi  inteligente.  É  então  o  espírito  do  médium que  recebe  o  pensamento  sem  o  saber  e  o transmite  pouco  a  pouco,  com  o  auxílio  dos diversos  intermediários.” O  que  está  escrito  acima  nos  leva  a deduzir:  quando,  no  fenômeno  de  efeitos físicos,  há  uma  mensagem  inteligente,  o médium  está  cedendo  para  a  sua  produção muito  mais  que  ectoplasma… A  inconsciência  mediúnica  é  apenas teórica. Nos  fenômenos  de  tiptologia,  estudados  por  Kardec,  as  pancadas  não  eram desferidas  a  esmo,  sem  uma  coordenação inteligente. “Sem  o  saber”,  além  de  ectoplasma, do  médium  emanava  uma  força  intelectual de  que  o  espírito  comunicante  se  apropriava, para,  por  meio  dela,  manipular  o  elemento ectoplásmico. Podemos  dizer,  pois,  que  o  médium de  efeitos  físicos  nunca  é  apenas  e  tãosomente  médium  de  efeitos  físicos.  É através  de  sua  vontade,  mais  ou  menos acentuada  e  lúcida,  que  os  espíritos utilizam  as  energias  que  impressionam  a matéria. Em “O Livro dos Médiuns”, abordando o  tema  que  estudamos,  os  Espíritos  escreveram:  “Vocês  não  se  dão  bem  conta  do  papel que  desempenha  o  médium;  há  nisso  uma  lei que  vocês  ainda  não  apanharam”…
Talvez  valha  lembrar  que,  através  dos médiuns  de  efeitos  físicos  não-evangelizados ou  não  conscientes  de  sua  responsabilidade, os  espíritos  inferiores  promovem  fenômenos que  chegam  até  a  ser  agressivos.  É  que o  ectoplasma,  como  a  força  muscular,  é uma  energia  neutra,  que  também  pode  ser canalizada  para  o  bem  quanto  para  o  mal. Concluímos,  portanto,  que  o  médium sempre  é  responsável  pela  natureza  dos fenômenos  que  os  espíritos  produzem  por seu  intermédio. Um espírito  de  ordem  inferior jamais se  materializa  pelo  ectoplasma  de  um médium  espiritualizado  – se,  porventura, o  fizesse,  ele,  sob  o  controle  do  médium, permaneceria  sem  ação! As  meninas  Baudin  (Julie  e  Caroline), de  12  e  14  anos,  respectivamente,  além  de excelentes  médiuns  de  efeitos  físicos,  traziam em  seu  subconsciente  recursos  intelectuais de  que  os  Espíritos  da  Codificação  extraíram preciosas  informações,  para  grafar  os Princípios  da  Doutrina  Espírita.
Enquanto  Kardec  não  surgiu  em cena,  com  o  seu  gênio  extraordinário,  o fenômeno  das  mesas  girantes,  embora  tenha sido  o  berço  do  Espiritismo,  não  passava  de manifestações  levianas. Do  ponto  de  vista  intelectual  e  moral, não  existe  neutralidade  mediúnica  absoluta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s