Extraterrenstres

O Sentimento de Culpa

“O sentimento de culpa é o equivalente a bolas de cimento amarradas em seus pés: você não anda.” (Shellyanna das Plêiades, por Monica de Medeiros)

Não é ter culpa, é compreender.
Há um trinômio da evolução: compreenda-se como um ser:
0. Vulnerável,
0. Frágil,
0. Que ainda errará por milênios.
Compreenda-se, mas não seja seu cúmplice. Procure melhorar.
Se você for capaz de se compreender, você será capaz de se perdoar. Quem se perdoa não se sabota, não gera para si próprio mais karma. Quem é capaz de se perdoar se ama, e quem se ama está aberto para a Fonte Criadora.
Você está imerso numa afinidade e por afinidade, numa humanidade e num grupo familiar.
Se você é capaz de se compreender como um ser vulnerável, frágil e que ainda errará por milênios, estenda esta compreensão a todos que o cercam. Se você for capaz de se perdoar porque se compreende, perdoe e peça perdão. E quando você for capaz de se amar você será capaz de amar o seu próximo.
A culpa impede tudo isso. Então, a primeira coisa a ser liberada é a culpa. Remorso não faz evoluir. Arrependimento faz evoluir.”

Sheillyana – por Mônica de Medeiros

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s