Estudo, mensagem

NÓS SOMOS CHAMADOS, DIZEM OS OBSESSORES…

NÓS SOMOS CHAMADOS, DIZEM OS OBSESSORES…

Não pensemos que só existem obsessores que nos procuram por vingança. Por outros motivos também. Um motivo que tem nos chamado à atenção, e dito pelos próprios obsessores, é que eles são chamados às nossas presenças por nós mesmos.

Como?

Vejamos os exemplos que nos esclarecem. Há alguns anos atrás dirigíamos uma reunião prática na cidade de Araçatuba, quando um médium ficou envolvido por um espírito muito agitado. E, entre outras coisas, dizia com muita convicção, que ele ia a muitos lares, incontáveis, pois “eles me chamam”. Querendo saber como, ele disse, pelos palavrões, pelos gritos, pelas brigas. Alimento-me destas vibrações, é como se uma força irresistível me puxasse para lá.

No final de outubro de 2015, orientávamos um espírito que fora trazido de um lar onde permanecia sem nenhuma razão, a não ser a de querer ficar no ambiente, por gostar simplesmente.

Perguntamos por que insistia em ficar lá e ele disse “porque ela me prende ali por seus pensamentos, seus sentimentos, suas ações e me sinto bem lá”.

É importante lembrar que os nossos pensamentos, sentimentos e atitudes geram energias. Se forem bons, energias boas; se forem ruins, energias negativas que compõem a nossa aura e impregnam o ambiente à nossa volta. No caso das vibrações negativas, elas formam um ambiente propício para os espíritos desequilibrados, doentes, perturbadores, desocupados, pois os semelhantes se atraem. Esta é a lei da afinidade e da sintonia.

No livro História do Espiritismo em Piracicaba e Região, de Eduardo Carvalho Monteiro, existe um relato que comprova tal fato (o fato de atrairmos os obsessores):

Numa das viagens de trem que fazia como palestrante espírita e representante do Jornal O Clarim e Revista RIE, de Matão, João Leão Pitta, alguém o interrompe em sua leitura e respeitosamente indaga se ele era o Sr. Pitta.

Confirmado, o desconhecido pede-lhe que o ajude a conversar com um parente ali presente, “tomado“ por um espírito. Pitta, então inicia um diálogo com o espírito que envolvia o jovem.

Perguntado por que estava assediando o moço, a Entidade dizia que “não queria aquilo, mas que o fulano era quem o atraia com seus vícios”. Pitta argumentou com o Espírito: mas se você corresponde ao chamado, é porque você está na mesma faixa mental que ele, porque semelhante atrai semelhante. Não o atenda quando ele o chamar, que você passará bem e ele também.

Bem, podemos ver, pelo exemplo, que nós encarnados também atraímos os espíritos infelizes, quando nosso comportamento se assemelha ao deles, e não somente eles nos procuram. Então a nossa responsabilidade é grande nas obsessões. Nunca algo ocorrerá nesse sentido se não estivermos com a nossa parte de responsabilidade.

Em O Evangelho Segundo O Espiritismo, Cap.XXVIII, diz: Os maus espíritos pululam ao redor da Terra, em conseqüência da inferioridade moral dos seus habitantes. Sua ação malfazeja faz parte dos flagelos dos quais a humanidade é alvo neste mundo…

Para se preservar das doenças, fortifica-se o corpo; para se garantir da obsessão, é preciso fortalecer a alma; daí, para o obsidiado, a necessidade de trabalhar pela sua própria melhoria, o que basta, o mais freqüentemente, para livrá-lo do obsessor…

Fonte: Antonio Carlos Piesigilli

Créditos: Nas Asas da Espiritualidade

(Irmãos da Nova Era Espírita)

https://www.facebook.com/luzdaprece/

Anúncios
mensagem, Mensagens enviadas

Chico e Bezerra

Dr.Bezerra vindo ao encontro do amigo Chico aproximou-se

e deu-lhe afetuoso e reluzente abraço; e foi logo dizendo:

— Como vai Chico?

Muito trabalho?

— Ah! Sim Dr.Bezerra, o trabalho é uma bênção!

Espero continuar trabalhando…

— Então vamos Chico?

A reunião está prestes a começar e Jesus já está a caminho.

Embargados pela emoção permaneceram calados por alguns instantes, e Chico na sua simplicidade, pondo-se de pé, fitou aquele belo par de olhos azuis, que mais pareciam dois diamantes faiscando.

Pronto a obedecer àquele convite, o Chico ajeitou o paletó, passou as mãos no rosto, deixando transparecer sua disciplina de verdadeiro apóstolo do Mestre.

Dr.Bezerra, observando os pormenores, não pode deixar de fazer uma brincadeira para quebrar a emoção do momento.

— Chico — falou o Dr.Bezerra —, deixa o paletó; você não precisa mais dele, suas vestes agora são outras.

Chico, como que meio envergonhado, sorrindo, respondeu ao amigo com a humildade que lhe é peculiar:

— Dr.Bezerra, se o senhor me permite, irei de paletó, tenho receio que os participantes da reunião não me reconheçam; ainda me sinto um cisco de paletó, ele irá dar-me uma presença melhor diante dos amigos.

O senhor não acha?

Dr.Bezerra, já com os olhos molhados pelas lágrimas, pensava consigo mesmo em silêncio:

– Meu Deus!

Como pode um Espírito da envergadura espiritual do Chico esconder tanta luz detrás de um paletó velho e amarrotado?

Chico, sentindo a emoção e ouvindo os pensamentos do amigo, falou-lhe:

— Oh! Dr.Bezerra!…

Foi neste paletó que eu aprendi a amar o meu próximo,

a respeitar o sofrimento alheio.

Quantos bilhetes de mães em lágrimas foram colocados nos bolsos do meu paletó?

Pedidos de preces, rogativas por uma mensagem de consolo, pela perda de um ente querido…

Bilhetes simples… mas eu não deixei de ler nenhum deles,

e chorava beijando aqueles pedaços de papeis, sentindo-me um cisco.

Era uma alegria muito grande levar as mãos aos bolsos e encontrar aqueles pedacinhos de papéis que nada mais eram que bênçãos vindas dos céus para o meu coração.

Confesso ao senhor, que eram um elixir revigorando o meu Espírito.

O senhor imagina que o meu paletó vivia perfumado de rosas que colocavam no meu bolso.

Chegaram a dizer que o perfume era meu, mas na verdade eram deles, que me amavam muito.

Portanto, se o senhor não se importar, estou pronto, mas irei mesmo é de paletó.

Nosso Senhor Jesus Cristo irá sentir o perfume dos irmãos que sofrem na Terra.

Ainda tenho alguns bilhetes no bolso, colocá-los-ei à disposição de Jesus, nosso mestre.

Eu ainda me considero um verme rastejante vestido de paletó. Risos…

Dr.Bezerra — falou o Chico com alegria —, agradeço sua presença e companhia; a paciência que sempre dispensou em minha caminhada pela Terra.

Sou-lhe muito grato!

O senhor ajudou-me a concluir as tarefas com a Doutrina Espírita.

Por este motivo eu nunca desisti de trabalhar… Obrigado!

Naquele momento Dr.Bezerra viu que realmente estava diante de um apóstolo do Mestre Jesus.

Levou as mãos iluminadas ao ombro do amigo e, abraçando-o, saíram, deixando para trás dois rastros de luz em direção ao infinito.

Espírito Odilon Fernandes

Médium Raulina Pontes

Este encontro foi narrado pelo Espírito do Dr.Odilon à médium Raulina Pontes, da Casa do Cinza, Uberaba, na madrugada do dia 17/08/2008

Casos de Chico, Chico Xavier

MARIA BONECA E CHICO XAVIER

No início da década de 70, Chico Xavier saboreava um cafezinho em conhecido estabelecimento comercial, na Praça Rui Barbosa, em Uberaba, em companhia do Dr. Jarbas Varanda e de seu filho Luciano Varanda, quando eles percebem a aproximação de uma senhora, conhecida sob a alcunha de Maria Boneca, vivendo no clima de uma loucura pacífica, mas que chamava a atenção de toda a comunidade. Muitas pessoas a ridicularizavam e brincavam com sua insanidade, já que Maria Boneca retinha, entre os braços, uma boneca que considerava como filha.
Chico Xavier saboreando um cafezinho na praça Rui Barbosa.
Maria Boneca, ao perceber a presença de Chico no interior do estabelecimento afasta-se daqueles que a ridicularizam e dirige-se ao seu encontro. E, fato inusitado, ao se aproximar de Chico, ela recupera temporariamente sua lucidez e conversa com o Chico naturalmente, como se fossem grandes amigos. Ao se despedir, abraça o inesquecível amigo, beija-lhe as mãos e se afasta. Do lado de fora do estabelecimento, ela volta a ser a Maria Boneca de sempre, vivendo em suas próprias imagens mentais.
Chico, com toda a espontaneidade, relata ao Dr. Jarbas:
– Como somos abençoados, acabo de ser abraçado por uma rainha de França.
Algum tempo depois, o livro intitulado “Mãe” traz um poema do Espírito de Epiphanio Leite, em mensagem psicografado por Chico Xavier, retratando o drama de Maria Boneca cujo conteúdo retratamos abaixo:

MARIA BONECA

Epiphanio Leite

(Versos dedicados à dama feudal que abraçamos por devotada amiga, há três séculos, e que hoje expia, na via pública, sob a alcunha de Maria Boneca, o delito de haver exterminado o filho jovem que lhe estorvava a existência de irresponsabilidade e prazer.)
Reencontrei-te, por fim, esmolando na rua.

Nada recorda em ti a dama do castelo.
Lembro-me!… Dás à fossa o filho louro e belo.
Esqueces, gozas, ris… E a festa continua…

Depois, a morte vem… A memória recua…
Escutas em ti mesma o trágico libelo.
Choras, nasces de novo e trazes por flagelo
A sede de ser mãe que a demência acentua!…

Como dói ver-te agora os tristes olhos baços!
Guardas, louca de amor, um boneco nos braços.
Em torno, há quem te apupe a trilha merencória…

Mas bendize, senhora, a lei piedosa e austera.
Alguém vela por ti: o filho que te espera
E há-de levar-te aos Céus em cânticos de glória!…

Epifânio Leite de Albuquerque nasceu e morreu em Fortaleza, Ceará (1891-1942). Autor do livro de poesias “Escada de Jacó”, membro da Academia Cearense de Letras, foi juiz de Direito em Baturité, no mesmo Estado.
O leitor Gilberto Maluf Filho revela que interna do Lar do Idoso “Inês Maria de Jesus”, localizado na rua Visconde do Abaeté, Bairro Abadia, dirigido por dona Glória e sua família, tem a mulher mais idosa de Uberaba. Trata-se de Maria de Almeida, a conhecida Maria Boneca, com 112 anos documentados. Ela desfruta de boa saúde e é muito alegre, mas tem muitas limitações de fala e no andar. Com isso já são três mulheres identificadas pela coluna. São elas: Amélia Rosa da Silva, 110 anos, e Francisca Custódio, 108 anos. A mulher mais idosa do mundo é Japonesa Misao Okawa, com 117 anos. Fonte: Jornal da Manhã-Coluna (CÁ ENTRE NÓS) jornalista Alexandre Pereira em 16 de junho de 2015. Foto: Jornal de Uberaba/ Enerson Cleiton – 10/05/2015. (blog – uberabaemfotos.com.br)
Alfred Schutz, Uncategorized

Nova Psicografia de Alfred Schutz

Filhos e Filhas deste Plano Físico, É com muita Alegria que a nossa mensagem se propaga para que haja uma compreensão mais ampla dos tempos que vivemos na atualidade. A transição planetária também acontece no nosso plano espiritual, então, há filas de espíritos querendo uma última chance para que possam ter merecimento para viver numa Terra regenerada! Queridos, vocês não tem ideia o quanto vale a pena estar encarnado, pois muitos de vocês se não estivessem no corpo abatendo seus karmas, provavelmente, já estariam em translado para um Planeta mais primitivo. Enquanto vocês sofrem com seus pequenos problemas egoístas, há uma convocação do Plano Espiritual para que saiam do marasmo agora mesmo! Eu tenho presenciado na Equipe na qual trabalho em minha Colônia as prestações de contas dos recém desencarnados e, infelizmente, vejo grande parte dos recém desencarnados, sendo notificados que farão parte de uma humanidade primitiva! A Boa Notícia que vos trago é que se houver mudança a curto prazo, faremos a nossa parte em acelerar o seus processos evolutivos, ou seja, ajudaremos na melhora da postura e da qualidade de vida de cada um. Conforme já disse, não venho com respostas prontas, típicas dos autores encarnados que vendem livros de autoajuda. Queremos um compromisso firme e decidido, aonde vocês façam a sua parte para se livrarem do sentimento de culpa, ressentimento, autopunição e dos pensamentos viciados e repetitivos! A divisão de tarefas vem com a distribuição das responsabilidades. Quem se esforçar obterá ajuda, quem ficar parado ou querer apenas se vitimizar, ficará em sintonia com os desencarnados involuídos. Não prometemos facilidades ou favores, pois as promessas feitas sem um acordo entre partes conscientes e ativas, é um pacto maligno na qual se paga com a Alma. A terra está no início das dores, já que as bases que sustentam a civilização materialista precisam ruir! A percepção de progresso sempre baseado na mentira e numa certa encenação entre as pessoas, precisa sofrer uma mudança de paradigmas. A atual humanidade é um jogo com dados viciados que só mudará com conflitos e crises significativas. Caiam na real, os atuais detentores do Poder cairão com muita violência, mas eles são bastante agressivos, agindo na surdina em prejuízo do coletividade! Seria fácil, eu lhes falar para rezarem pela Paz para que a violência seja atenuada, mas quero que vocês se preparem para a reconstrução porque a humanidade com seu materialismo será abalado, inexoravelmente! Se antecipem em atitudes da Terra regenerada, sendo tolerantes, humildes, misericordiosos e simples. Sejam mais objetivos e não usem modos de agir teatrais num espetáculo triste em querer mostrar aquilo que não são! Parecer e não Ser, eis a fenomenologia da espiritualidade inferior. O Poder Político das ditas democracias sofrem infiltração do narcotráfico, indústria de armas e farmacêutica sempre a fabricar novas doenças! Afinal de contas, o Estado Islâmico faz ataques com armas modernas fabricadas nos países desenvolvidos! Uma onda de barbárie medieval se abaterá sobre as Nações mais desenvolvidas. O Brasil passará a próxima década apurando a corrupção que devastará a classe política em geral. As Nações Unidas do Hemisfério Sul já são uma realidade no Plano Espiritual e, caberá ao Brasil a sua Liderança! Não fujam dos problemas, aprendam a resolvê-los sem tanto drama e com mais ânimo. O recado de hoje é simples: quem encarar com disposição suas carências existenciais terá milhares de dádivas com karmas atenuados no futuro. Uma nova era será composta por homens e mulheres que saibam inovar diante dos desafios. Recebam o abraço deste sociólogo no Plano Espiritual que lhes quer Bem, Alfred Schutz.

Enviado por Generosa Barcelos

Psicografia da FEESP (Federação Espírita do Estado de São Paulo)

Orações

Prece de gratidão

Senhor Jesus!

Nós te agradecemos:

Pela coragem de facear as dificuldades criadas por nós mesmos;

Pelas provas que nos aperfeiçoam o raciocínio e nos abrandam o coração;

Pela fé na imortalidade;

Pelo privilégio de servir;

Pelo dom de saber que somos responsáveis pelas próprias ações;

Pelos recursos nutrientes e curativos que trazemos em nós próprios;

Pelo conforto de reconhecer que a nossa felicidade tem o tamanho da felicidade que fizermos para os outros;

Pelo discernimento que nos permite diferenciar

aquilo que nos é útil daquilo que não nos serve;

Pelo amparo da afeição no qual as nossas vidas se alimentam em permuta constante;

Pela bênção da oração que nos faculta apoio interior para a necessária solução de nossos problemas;

Pela tranqüilidade de consciência que ninguém consegue subtrair-nos…

Por tudo isso, e por todos os demais tesouros, de esperança e de amor, de alegria e de paz, de que nos enriqueces a existência, Sê bendito, Senhor!… ao mesmo tempo que te louvamos a Infinita Misericórdia, hoje e para sempre.”

Assim Seja

Mensagens enviadas, Uncategorized

O ódio

 

Amai-vos uns aos outros, e sereis felizes. Tratai sobretudo de amar aos que vos provocam indiferença, ódio e desprezo. O Cristo, que deveis tornar o vosso modelo, deu-vos o exemplo dessa abnegação: missionário do amor, amou até dar o sangue e a própria vida. O sacrifício de amar os que vos ultrajam e perseguem é penoso, mas é isso, precisamente, o que vos torna superiores a eles. Se vós os odiásseis como eles vos odeiam, não valereis mais do que eles. É essa a hóstia imaculada que ofereceis a Deus, no altar de vossos corações, hóstia de agradável fragrância, cujos perfumes sobem até Ele.

            Mas embora  lei do amor nos mande amar  indistintamente  todos os nossos irmãos, não endurece o coração para os maus procedimentos. É essa, pelo contrário, a prova mais penosa. Eu o sei, pois durante minha última existência terrena experimentei essa tortura. Mas Deus existe, e pune, nesta e na outra vida, os que não cumprem a lei do amor. Não vos esqueçais, meus queridos filhos, de que o amor nos aproxima de Deus,e o ódio nos afasta dele.

FÉNELON

Bordeaux, 1861

Mensagens enviadas, Uncategorized

Só o amor nos salvará -Mensagem de Bezerra

download

SÓ O AMOR NOS SALVARÁ

Espírita, irmão!..
Onde o ódio cria abismos, o amor edifica pontes.
Precisamos de pontes.
Pontes que nos permitam ir além de nós mesmos para encontrar no coração do próximo nossa melhor expressão, a nossa condição de filhos de um pai, único, Deus, amor em plenitude e paz.
Busquemos amar, amar sempre. Só o amor nos salvará.
A violência gera caos e destruição, todavia, o amor constrói, onde brota, um pedaço do céu.
Irmãos queridos, não nos iludamos… Só o amor nos tira da escuridão.
Ele é a própria luz de Deus.
Quando desejarmos saber por onde ir, recordemos Jesus e suas lições: meus discípulos serão conhecidos pelo amor…
Com amor, superaremos o mal e haveremos de transformar nossa realidade de dor, pois no amor encontraremos de novo, para além de nossas limitações, o próprio Cristo com sua paz e bênçãos de vida em abundância.

Bezerra de Menezes
Mensagem psicografada pelo médium Jorge Bichuetti, na noite de 05/10/2018, na Casa da Cultura Espírita de Uberaba.